A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

contato@fertilizare.com.br
Edifício Cecisa 2 - Largo 9 de abril, 27, sala 217 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

contato@fertilizare.com.br

Escolha

Fertilizare  >  Notícias   >  Qual melhor momento para engravidar?

Qual melhor momento para engravidar?

Até quando uma mulher pode esperar para decidir por ter uma gravidez?

Possivelmente não conseguiremos responder a essa pergunta, já que isso é uma decisão muito individual e não queremos decidir por ninguém o “seu momento certo” para engravidar, mas, com algumas informações que vou apresentar, certamente poderemos ajudar as mulheres que estão com a mesma dúvida.

Como sabemos a mulher nasce com todos os óvulos que ela vai usar durante toda sua vida e, com o passar do tempo, essa quantidade diminui durante a ovulação ou degeneração por um processo chamado apoptose. Esse processo independe do ciclo menstrual é normal, independente do uso ou não do anticoncepcional ou outras medicações, do fato de já ter ou não engravidado. É alheio a vontade da mulher. O que realmente sabemos é que essa perda é progressiva e se acentua ainda mais a partir dos 35-37 anos de idade.

Não só a quantidade de óvulos diminui, mas também a sua qualidade. Ou seja, com o tempo diminui a chance de fertilizarem e de “produzir” uma gestação com um feto saudável. Podemos exemplificar este fato com o aumento proporcional do número de bebês que possuem com aneuploidias e alterações genéticas em mulheres que ficaram grávidas com uma idade mais avançada (acima de 35-40 anos).

O fato é que o mundo atual exige, de todos nós, uma carga de conhecimento, preparação intelectual, profissional, espiritual e comunitária intensa e cada vez maior, e, por muitas vezes, nos vemos trocando nossas famílias, nossos desejos pessoais, nossos planos mais íntimos por uma carga maior de trabalho, por uma promoção, por um pouco mais de estudo. Essa preparação demanda tempo de todos nós em anos de vida. Nas mulheres que querem engravidar, um dia, esse tempo também pode ser contado em de outra maneira: menor quantidade de óvulos e menor qualidade dos óvulos restantes, o que invariavelmente, pode levar a uma maior dificuldade de obter uma gestação.

É por esse e outros motivos que a ciência e a medicina evoluíram. Para ajudar as pessoas a completarem seus objetivos e, neste caso, para ajudar as mulheres que desejam engravidar “mais tarde”. Existem alternativas que auxiliam a atingir a gestação, mesmo para aquelas que apresentam dificuldades como uma menor quantidade e uma baixa qualidade dos óvulos. A partir de agora passaremos a listar algumas das opções para que quer deixar para mais tarde a vontade de ter um filho e, ainda assim, conservar a capacidade reprodutiva.

Para quem ainda não tem um parceiro, namorado, cônjuge ou marido:

1. Inseminação artificial ou Fertilização in vitro com semen de doador: esta opção serve para aquela mulher que deseja ter um filho, mas ainda não tem um cônjuge. Neste caso é possível recorrer a bancos de sêmen onde é possível comprar o espermatozóide de um doador anônimo (no caso do Brasil) e, com este espermatozóide fazer um tratamento para engravidar.

2. Congelamento de óvulos: serve para as mulheres que não tem previsão de quando vão querer engravidar, que querem concluir seus estudos, dedicar-se mais a sua trajetória profissional. Nesta situação, o tratamento resume-se no uso de medicações para provocar uma “superovulação” e, os óvulos são capturados e armazenados em temperaturas muito baixas, preservando-os por período de tempo indeterminado. Essa técnica preserva a qualidade do óvulo no momento de sua coleta.

Para quem tem um parceiro, namorado, cônjuge ou marido:

1. Fertilização in vitro, seguido de criopreservação dos embriões: esta opção serve para aquela mulher que deseja ter um filho, mas gostaria de esperar por mais algum tempo. Assim, sua capacidade reprodutiva, não será prejudicada com o tempo necessário para a conclusão dos seus estudos ou ambições profissionais. É realizado um tratamento de fertilização in vitro, no qual, após uma superovulacão e seleção dos óvulos, eles são enviados ao laboratório e fertilizados com o espermatozóide do seu cônjuge, formando, assim, embriões. Esses embriões são congelados a temperaturas muito baixas (em nitrogênio líquido) por tempo indeterminado. Quando achar que o momento de engravidar chegou, poderá solicitar o descongelamento e transferência do seu embrião, aumentado assim a chance e a segurança de uma futura gestação.

            Para todas as situações mencionadas acima é necessário o auxílio de profissionais e de clínicas especializadas em reprodução humana e, caso ainda restem dúvidas, possuímos mais informações em nosso site www.fertilizare.com.br/fertilidade/infertilidade ou podem procurar solucionar sua dúvida com o seu ginecologista.

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário