A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

contato@fertilizare.com.br
Edifício Cecisa 2 - Largo 9 de abril, 27, sala 217 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

contato@fertilizare.com.br

Author: fertilizare

Dúvida da mulher: engravidar depois dos 40 anos é seguro?

Congelar os óvulos ainda jovem é opção para mulheres que desejem ter filhos após os 40 anos sem sofrer riscos. A atriz e apresentadora, Adriane Galisteu, disse que quer engravidar em 2019. Aos 45 anos, ela não descarta a hipótese de fazer um tratamento de reprodução assistida. Porém, engravidar após os 40 anos é seguro? A ginecologista, Layza Merizio Borges, doutora em Reprodução Humana, explica que após os 35 anos ocorre...

Grávidas que respiram ar poluído têm maior risco de aborto espontâneo, diz estudo

Segundo autor do estudo, no primeiro trimestre de gravidez o perigo oferecido pela poluição pode ser tão alto quanto fumar tabaco. Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar – mesmo que por um curto tempo – têm uma chance bem maior de sofrer aborto espontâneo do que quem respira ar puro, segundo um estudo da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, publicado no mês passado na revista científica...

Reprodução assistida minimiza riscos de transmissão do HIV para parceiro e bebê

As técnicas de reprodução assistida podem contribuir para que uma pessoa soropositiva tenha um bebê com risco minimizado de transmissão do HIV ao parceiro ou à criança. De acordo com a Sociedade Americana da Medicina Reprodutiva, 86% diagnosticadas com o vírus HIV estão em idade reprodutiva (15 a 44 anos) e ⅓ tem o desejo de uma gestação. “Quando o casal não deseja correr risco de uma transmissão vertical, da mãe...

Reversão de vasectomia

“Por ser uma cirurgia minuciosa e delicada, a reversão necessita de tempo cirúrgico maior que a vasectomia, geralmente de três a quatro horas” Aproximadamente 4 a 6% dos homens que realizaram vasectomia voltam a manifestar o desejo de ter filhos. Nesses casos, a reversão da vasectomia é possível na maioria das vezes. Porém, muitos casais desconhecem que existe a reversão de vasectomia ou ainda acreditam que somente podem ser revertidas vasectomias...

Mitos e Verdades: Câncer de Próstata X Fertilidade do Homem

Neste mês de novembro, as campanhas de conscientização são voltadas aos cuidados da saúde do homem. Até o final deste ano, segunda o INCA, 68 mil pessoas devem ser diagnosticadas com o câncer de próstata. Para falar sobre este assunto, o urologista creditado pela SBRA, Joseph Monteiro, elencou as principais dúvidas dos pacientes em suas consultas de rotina. Saiba quais são e descubram o que é mito e verdade: 1 –...

Gestação de Substituição: existe barriga de aluguel no Brasil?

No Brasil, devido ao fato de que a Saúde é um direito, não é possível a comercialização do útero, ou seja, não se fala em ‘barriga de aluguel’, tendo em vista que não se pode ‘alugar’ temporariamente um útero. No entanto, nas situações em que há a necessidade de um útero diverso para que a gestação ocorra, essa gestação se realizará a partir de um útero voluntário. Ou seja, a mulher...

Criopreservação de Gametas e Embriões

A criopreservação (congelamento) de gametas e embriões é possível no Brasil. No caso de gametas, o congelamento é uma possibilidade de mantê-los com a ‘idade’ da pessoa no momento da coleta, sendo um procedimento que oportuniza maior lapso temporal de fertilidade, principalmente para as mulheres, que a partir dos 35 anos tendem a diminuir a produção de óvulos. No caso de congelamento dos embriões os pacientes devem manifestar sua vontade antes...

Quem pode fazer uso das técnicas de RA?

A princípio todas as pessoas consideradas capazes podem fazer uso das técnicas de Reprodução Humana, independente do estado civil ou orientação sexual. Ou seja, pessoas solteiras podem se utilizar de RA a partir da adoção de gametas ou embriões, por exemplo, ou ainda pela criopreservação dos seus próprios gametas. Da mesma forma, casais hétero e homoafetivos também são habilitados para buscar a Reprodução Assistida, não havendo qualquer óbice. Gestação compartilhada em...

Princípios gerais da Reprodução Assistida

Atualmente, não existem leis federais específicas voltadas para a Reprodução Assistida. Assim, a Resolução 2.168/2017 do Conselho Federal de Medicina é a norma que determina as regras dos procedimentos em questão. Os princípios expostos na resolução sobre Reprodução Assistida têm a função de balizar estes procedimentos. Reprodução Assistida e Oncologia É interessante perceber que as técnicas de RA também são indicadas para pacientes oncológicos. Nestes casos, a finalidade é manutenção da fertilidade,...