A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

contato@fertilizare.com.br
Edifício Cecisa 2 - Largo 9 de abril, 27, sala 217 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

Camisinha previne doenças que causam infertilidade

Camisinha previne doenças que causam infertilidade

O uso da camisinha é eficaz na proteção contra o vírus HIV, que causa a Aids. A estimativa do Ministério da Saúde é que 866 mil pessoas vivam com o vírus no país, dos quais 73% são homens. Outra doença que pode ser evitada com o preservativo é a sífilis, que em um ano aumentou os casos em 31,8%. E não são apenas os adultos que sofrem com esta doença: neste mesmo período observou-se um crescimento de 16,4% na incidência de sífilis congênita, quando a infecção é passada da mãe para o bebê.

— As pessoas estão se prevenindo menos. Na última década houve um relaxamento da prevenção, tanto da AIDS quanto do HIV, que acaba trazendo à tona todas as outras doenças sexualmente transmissíveis — lamenta Paulo Gallo, ginecologista, especialista em reprodução humana e diretor-médico do Vida – Centro de fertilidade.

Contrair uma DST não afeta apenas a saúde dos jovens e adultos, mas pode impossibilitar a geração de filhos. Algumas destas infecções causam um sério comprometimento nas áreas reprodutivas de homens e mulheres.

— As infecções das DSTs podem ainda, em casos mais graves, gerar pequenos tumores. O tratamento pode resultar na retirada do ovário e da tuba atingidos, o que reduz significativamente a reserva ovariana. Nos homens, os efeitos podem ser a infecção do canal da urina, da próstata e do epidídimo, que é a parte do corpo masculino onde ocorre o amadurecimento dos espermatozoides. Quando afetada, a qualidade do sêmen pode ficar comprometida — finaliza Daniel Diógenes, especialista em medicina reprodutiva e diretor da Clínica Fertibaby.

Estimulantes sexuais não são indicados

Um hábito perigoso que tem se tornado comum entre os homens mais jovens é o uso de estimulantes sexuais sem a prescrição médica. No carnaval, a tendência é que esta prática seja mais recorrente por conta do alto consumo de bebidas alcoólicas, que em excesso, prejudica o desempenho sexual.

— Entre os alcoólatras existe uma prevalência maior de disfunção erétil, isso faz com que eles procurem os estimulantes sexuais. Porém, o uso indiscriminado dessa substância por quem não necessita dessa medicação pode levar a uma dependência psicológica, acreditando que somente dessa forma o desempenho sexual será completo e satisfatório — explica Eduardo Bertero, urologista e especializado em disfunção erétil.

Para pessoas que têm problemas do coração, o risco é ainda maior, isso porque as pílulas funcionam como vasodilatadores que podem causar sintomas como pressão arterial baixa e palpitações.

Doenças evitáveis com o uso correto da camisinha

Cancro mole

É causado pela bactéria Haemophilus ducreyi. Apresenta feridas múltiplas e dolorosas de tamanho pequeno com presença de pus, que aparecem com frequência nos órgãos genitais masculinos e femininos e nódulos na virilha

HPV

É causado pelo Papilomavírus Humano. Provoca verrugas na região genital e ânus, além de câncer, a depender do tipo de vírus. Além do uso da camisinha, é possível se prevenir com vacina, dada gratuitamente no SUS para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos

Gonorreia e infecção por clamídia

São causadas pelas bactérias Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis, respectivamente. Os sintomas normalmente são dor ao urinar ou no pé da barriga, corrimento amarelado ou claro, fora da época da menstruação, dor ou sangramento durante a relação sexual. Quando não tratadas, podem causar infertilidade

Sífilis

Causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios, como: ferida no local de entrada da bactéria na sífilis primária; manchas no corpo, que geralmente não coçam, incluindo palmas das mãos e plantas dos pés na secundária; lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas, podendo levar à morte, na terciária

Aids

Causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico do corpo. Ser contaminado pelo vírus não necessariamente significa que a pessoa vá desenvolver Aids: a doença ocorre quando o sistema imunológico fica muito fraco e não consegue mais proteger o organismo com eficiência

Fonte: Ministério da Saúde

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário