A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

atendimento@fertilizare.com.br
Shopping 33 Torre VI - Rua 41, 392, Salas 1201 a 1204 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

Dossiê dos óvulos congelados: Tudo sobre a técnica usada por Paolla Oliveira

Dossiê dos óvulos congelados: Tudo sobre a técnica usada por Paolla Oliveira

Recentemente, a atriz, de 37 anos, revelou que decidiu congelar os óvulos para não perder a chance de, um dia, gestar um filho.

Muito se fala em congelamento de óvulos, ainda mais no estilo de vida atual, em que muitas mulheres optam pela gestação tardia – seja pela falta do parceiro ideal ou devido à busca por uma certa estabilidade financeira. Recentemente a atriz Paolla Oliveira, a Vivi Guedes, de A Dona do Pedaço, revelou que congelou os óvulos por conta da idade (ela está com 37 anos), e disse quais os efeitos sentidos ao longo do tratamento, que inclui tomar hormônios.

“O organismo feminino funciona como um relógio biológico e indica que, entre 25 e 30 anos, é a fase mais propícia para engravidar, pois é o período mais fértil da mulher. Após essa faixa etária, a produção de óvulos vai diminuindo”, afirma a Dra. Maria Cecília Erthal, especialista  em Reprodução Humana Assistida e diretora-médica do Vida-Centro de Fertilidade.

Ainda de acordo com a médica, estudos apontam que aos 35 anos a fertilidade feminina alcança a metade de chance apresentada aos 25 anos e, aos 40 anos, a possibilidade é a metade confirmada aos 35 anos.

Leia, abaixo, a entrevista de QUEM com a especialista:

O que é o congelamento de óvulos?
“Também chamado de vitrificação, ele ocorre a partir do armazenamento das células que, no futuro, poderão ser fertilizadas em laboratório”.

Como funciona a técnica?
“A técnica consiste em estimular o ovário feminino por meio de medicamentos para que haja uma produção extra de óvulos que serão ser extraídos com o manuseio de uma agulha específica guiada por ultrassonografia”.

Qual a idade ideal para se fazer o congelamento?
“O ideal é que o congelamento seja feito até os 35 anos pois, a partir dessa idade, existe uma diminuição expressiva da qualidade dos óvulos, o que pode comprometer o resultado final”.

Por quanto tempo os óvulos podem ficar armazenados?
“Os óvulos são tratados para que possam ser congelados, sendo que podem ficar armazenados por tempo indeterminado. Ao decidir engravidar, a mulher pode solicitar o descongelamento dos óvulos que irão passar pelo processo de Fertilização In Vitro (FIV), ou seja, serão fertilizados em laboratório e, quando for confirmada a formação dos embriões, esses poderão ser depositados no útero da paciente”.

Em quais situações é indicado?
“O congelamento é indicado para os casos de necessidade de preservar a fertilidade, seja por tratamento de radio ou quimioterapia ou em casos de mulheres que desejam postergar a gravidez por motivos pessoais”.

Quais os perfis das mulheres que optam pela técnica?
“Mulheres solteiras com pouco menos de 35 anos preocupadas com a diminuição progressiva de sua fertilidade: esse é um dos principais motivos que levam as mulheres a procurar o congelamento de óvulos e deve ser divulgado para que elas não percam o momento certo de realizar esse procedimento; mulheres com histórico familiar de menopausa precoce: essa é uma indicação muito importante, principalmente para as que não pretendem engravidar antes dos trinta anos; e mulheres que serão submetidas a tratamentos oncológicos: a incidência de câncer em pessoas jovens tem aumentado e, ao mesmo tempo, as terapias oncológicas têm evoluído cada vez mais e o que se observa é uma cada vez maior taxa de sobrevida. A preservação da fertilidade se tornou um procedimento muito importante nessas situações. É de extrema importância que os oncologistas ofereçam esse tratamento para os pacientes com câncer que vão se submeter à radio e/ou quimioterapia, inclusive porque a perspectiva de constituir a prole reforça para essas pessoas a esperança da cura. Vale ressaltar que caso a mulher desista de guardar os óvulos congelados, esses devem ser descartados ou doados de forma anônima. A doação de gametas (óvulos e espermatozóides), por determinação do Conselho Federal de Medicina, tem que ser sempre anônima”.

Quanto custa o procedimento?
“O preço médio do congelamento de óvulos é R$10 mil mais as medicações”.

 

Fonte: Revista Quem

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário

×
× Fale conosco pelo Whatsapp