A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

atendimento@fertilizare.com.br
Shopping 33 Torre VI - Rua 41, 392, Salas 1201 a 1204 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

HIV e reprodução

HIV e reprodução

Nos últimos 10 anos, foram notificados 94.217 casos de infecção pelo HIV no Brasil segundo dados do último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde. Destes, 67,9% eram em homens e 32,1%, em mulheres. A maioria dos pacientes soropositivos, 52,5% do total, encontra-se na faixa etária de 20 a 34 anos. O futuro reprodutivo do paciente soropositivo requer atenção, já que graças às terapias com os retrovirais a patologia não é mais uma sentença de morte e sim uma doença crônica. Esse paciente tem hoje uma melhor qualidade e maior expectativa de vida, portanto, é comum o desejo de formar a sua própria família. A gestação natural, no entanto, representa um risco de transmissão da doença para o (a) parceiro (a) e para o bebê.

O caminho mais seguro para esse casal é a fertilização in vitro com a injeção intracitoplasmática dos espermatozoides, adotando um protocolo diferenciado para o caso. Por exemplo, se o homem for soropositivo há uma lavagem e preparo do sêmen que reduz praticamente a zero o risco de transmissão. As técnicas de reprodução assistida devem ser aliadas ao acompanhamento de um infectologista e o rigoroso controle da carga viral. Quando a mulher é portadora do vírus e o parceiro não, os cuidados pré-natais devem ser dobrados, por haver risco maior de intercorrências durante a gestação.

Em dezembro, mês de combate à AIDS, é preciso, sobretudo, reforçar a importância da prevenção, do sexo seguro com o uso do preservativo; alertar sobre a importância do diagnóstico da doença; e, por fim, lutar pela qualidade de vida do paciente soropositivo, o que inclui o sonho de ter filhos.

Fonte: Diário do Nordeste

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário

×
× Fale conosco pelo Whatsapp