A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

atendimento@fertilizare.com.br
Shopping 33 Torre VI - Rua 41, 392, Salas 1201 a 1204 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

Junho é o mês mundial da conscientização sobre fertilidade

Junho é o mês mundial da conscientização sobre fertilidade

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% da população enfrenta a infertilidade.

Fertilidade é um desses assuntos que são um tabu gigantesco. Não é o tipo de tema que pipoca em conversas casuais e, para muitos, quando surge, vem acompanhado da descoberta da infertilidade e todo o abalo emocional que essa notícia gera.

Apesar das histórias que assustam muitas pessoas a respeito de gravidez não-planejada, sabemos que engravidar pode não ser tão fácil quanto parece.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% da população enfrenta a infertilidade, que se caracteriza por não engravidar naturalmente após um ano de tentativas com relações sexuais frequentes e desprotegidas.

A idade é um fator relevante nessa conta e pode mudar a probabilidade de gravidez.

Mulheres de 20 a 30 anos têm, todo mês, de 20% a 30% de chance de engravidar. Caso tenha entre 30 e 34, as chances caem para 15%. E, nos casos onde a mulher já tem mais de 35 anos, as chances são de aproximadamente 20% por mês.

Os homens, claro, influenciam na equação. A fertilidade masculina também é afetada pela idade. Quanto mais velho, maior as chances de haver alguma alteração na qualidade e produção dos espermatozóides.

Assim, se você e seu parceiro ou parceira têm mais de 35 anos e estão tentando engravidar há mais de seis meses, isso já pode ser considerado um sinal de alerta e deve-se procurar ajuda especializada.

Após a decisão e tomada desse primeiro passo, é importante saber que, nos casos de infertilidade, tanto o homem quanto a mulher têm chances iguais de serem inférteis.

Segundo pesquisas, a infertilidade é por problemas femininos em 40% dos casos; por problemas masculinos também em 40% dos casos e por problemas em ambos em 20% dos casos.

Nos homens, segundo o Fertility Medical Group, as causas incluem Varicocele (varizes na região escrotal), que é diagnosticada por um simples exame físico e é responsável por até 40% dos casos. Outras são a Falência Testicular Primária, Infecções Seminais, Criptorquidia (testículos fora da bolsa testicular), Obstruções do Epidídimo (ou canal deferente) e Disfunções Hormonais.

Já nas mulheres, as causas podem ser Menopausa precoce, endometriose, obstruções ou lesões das trompas de Falópio, anomalias uterinas e cervicais ou problemas ovulatórios.

Há ainda outros fatores de risco como miomas; doenças sexualmente transmissíveis; doenças crônicas, como diabetes, câncer, doenças da tireoide, asma ou depressão e até o uso de medicamentos como antidepressivos.

Mesmo quando a infertilidade é diagnosticada, muitas vezes, o tratamento é simples. Nem todo casal infértil precisa passar por tratamentos caros e complexos. Quando o diagnóstico é feito de forma correta, há grandes chances da cura ser rápida.

Para saber mais informações sobre infertilidade, clique aqui.

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário

×
× Fale conosco pelo Whatsapp