A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

atendimento@fertilizare.com.br
Shopping 33 Torre VI - Rua 41, 392, Salas 1201 a 1204 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

OMS aponta que até 80 milhões de pessoas são afetadas pela infertilidade no mundo

OMS aponta que até 80 milhões de pessoas são afetadas pela infertilidade no mundo

Especialista explica os principais fatores que podem dificultar a realização de ter um filho.

São muitas as complicações que podem surgir quando casais decidem ter filhos, sendo a infertilidade mais comum do que se imagina. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 15% dos casais em idade reprodutiva são afetados pela doença. Tanto para mulheres como para os homens, a biologia pode oferecer obstáculos para a gestação, que podem ser resolvidos com a ajuda da ciência.

“O momento escolhido pelo casal ou pessoa para ter um filho é único e rico em expectativas. Muitos não pensam que precisarão da ajuda do especialista até que não tenham resultado por métodos naturais. Assim, a abordagem do médico e a forma de comunicar as investigações, os resultados e as opções, além do acolhimento, são pontos cruciais para desenvolver uma relação de confiança entre as partes no processo da reprodução assistida”, explica Matheus Roque, especialista em reprodução humana.

Fatores como alimentação, consumo de bebidas alcoólicas e cafeína, tabagismo, estar acima do peso e fazer atividades físicas são conhecidos por influenciar diretamente na fertilidade de homens e mulheres. Para elas, as principais causas da infertilidade são alterações na ovulação, nas Trompas de Falópio ou no útero, além de endometriose e da idade. Enquanto, para eles, a maioria dos fatores são desconhecidos. Em seguida, estão a varicocele, o hipogonadismo, as infecções urogenitais, e outros.

Entretanto, em cerca de 10 a 15% dos casais não é encontrada uma causa específica para a infertilidade, são os casos classificados como ISCA (Infertilidade Sem Causa Aparente). “Após um ano de tentativas, o casal que não conseguiu engravidar mesmo mantendo relações sexuais frequentes, deve procurar um especialista. Em caso de mulheres acima dos 36 anos, uma avaliação do casal deve ser realizada após 6 meses de tentativa sem sucesso”, alerta Roque, que também é membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA).

 

Fonte: Folha Vitória

Fertilizare

A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

Sem comentários

Deixe seu comentário

×
× Fale conosco pelo Whatsapp