A Fertilizare nasceu com a proposta de ser um centro de referência em medicina reprodutiva na região Sul Fluminense. Conta com equipe qualificada e tecnologia de última geração para oferecer um leque completo de opções para o tratamento da infertilidade.

(24) 99246-4951

atendimento@fertilizare.com.br
Shopping 33 Torre VI - Rua 41, 392, Salas 1201 a 1204 - Vila Santa Cecília, Volta Redonda

Novidades no Blog

Seg. a - Sex. 09h - 18h

Sáb. e Dom. - FECHADO

(24) 99246-4951

WhatsApp

mulher Tag

No mês da conscientização sobre infertilidade, especialistas alertam sobre as formas de prevenção

Segundo a OMS, cerca de 8 milhões de brasileiros sofrem de infertilidade.Em junho, é comemorado o Mês Mundial de Conscientização da Infertilidade. No Brasil, cerca de 8 milhões de pessoas sofrem de infertilidade, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).Especialistas afirmam que a investigação da infertilidade deve ser realizada sempre no homem e na mulher.  “É preciso avaliar as condições reprodutivas de cada parceiro para fazer um diagnóstico preciso das causas...

Oncofertilidade possibilita que pacientes com câncer tenham filhos

Nos últimos anos, além de estudar a cura do câncer, profissionais da saúde também se preocupam em manter a qualidade de vida dos pacientes. A radioterapia, quimioterapia e cirurgias utilizadas no tratamento do câncer podem, muitas vezes, levar à infertilidade, e por isso, falar sobre as possibilidades de preservação da fertilidade após tratamento da doença pode afetar diretamente no bem estar das pessoas.Oncofertilidade é uma especialidade da medicina que tem...

Mulher: a fertilidade em cada etapa da vida

Especialistas apontam as faixas etárias com mais chances de gravidez e quais são os riscos de complicações em cada uma delas.Várias escolas hoje oferecem aulas de educação sexual, o que é bem interessante, mas não abordam o aspecto da fertilidade com meninos e meninas. Por um lado, é importante informar sobre os riscos de uma gravidez não-planejada, mas também é igualmente importante ampliar essa discussão. Com isso, as jovens chegam...

Ovário Policístico não elimina chance de gravidez

Com a síndrome, a mulher tende a ovular menos, por isso, essa condição reduz as chances de uma gestação, mas não a impede totalmente.Bem conhecida entre as mulheres, a Síndrome do Ovário Policístico é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários que fazem com que eles aumentem de tamanho. As características principais desta doença são: menstruação irregular, alta produção do hormônio...

Reprodução assistida: o que saber antes de se submeter ao tratamento?

A infertilidade – considerada como ausência de gestação após 1 ano de atividade sexual regular e não protegida – pode atingir 8 milhões de brasileiros, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. O suporte das técnicas de reprodução assistida pode ajudar a solucionar o problema.Todavia, o médico creditado pela SBRA, Marcelo Giacobbe, reforça que, ao ser diagnosticado com infertilidade, é necessário que o paciente receba as orientações corretas sobre...

Diversidade de famílias não é empecilho para ter filho biológico

As técnicas mais utilizadas são inseminação artificial e fertilização in vitro.A diversidade de famílias, hoje em dia, não é impedimento para que se tenha um filho biológico, graças ao avanço da Medicina de Reprodução Humana Assistida. Isso se aplica também a uma pessoa solteira, seja homem ou mulher. As técnicas mais utilizadas são a inseminação artificial e a Fertilização in Vitro (FIV). O uso de uma ou outra vai depender...

Cientistas estudam a relação entre a endometriose e a infertilidade

Um estudo feito na Coreia do Sul e nos Estados Unidos sugere que a dificuldade para engravidar pode estar relacionada à deficiência de uma proteína presente no útero.Números divulgados pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) mostram que 50% dos casos de infertilidade feminina estão associados à endometriose. Mas ainda hoje os cientistas não sabem ao certo por que mulheres com a doença costumam ter mais dificuldade...

Dúvida da mulher: engravidar depois dos 40 anos é seguro?

Congelar os óvulos ainda jovem é opção para mulheres que desejem ter filhos após os 40 anos sem sofrer riscos.A atriz e apresentadora, Adriane Galisteu, disse que quer engravidar em 2019. Aos 45 anos, ela não descarta a hipótese de fazer um tratamento de reprodução assistida. Porém, engravidar após os 40 anos é seguro? A ginecologista, Layza Merizio Borges, doutora em Reprodução Humana, explica que após os 35 anos ocorre...

Grávidas que respiram ar poluído têm maior risco de aborto espontâneo, diz estudo

Segundo autor do estudo, no primeiro trimestre de gravidez o perigo oferecido pela poluição pode ser tão alto quanto fumar tabaco.Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar – mesmo que por um curto tempo – têm uma chance bem maior de sofrer aborto espontâneo do que quem respira ar puro, segundo um estudo da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, publicado no mês passado na revista científica...

Quem pode fazer uso das técnicas de RA?

A princípio todas as pessoas consideradas capazes podem fazer uso das técnicas de Reprodução Humana, independente do estado civil ou orientação sexual. Ou seja, pessoas solteiras podem se utilizar de RA a partir da adoção de gametas ou embriões, por exemplo, ou ainda pela criopreservação dos seus próprios gametas. Da mesma forma, casais hétero e homoafetivos também são habilitados para buscar a Reprodução Assistida, não havendo qualquer óbice.Gestação compartilhada em...

×
× Fale conosco pelo Whatsapp